4 razões para casar com seu melhor amigo

Oi, pessoal! Li este texto e gostaria de compartilhá-lo com vocês, pois sei o quão rico é, especialmente para noivas. Eu, com meus 10 meses de casada, mergulhei nessa leitura e sei que vocês farão o mesmo.

Aproveitem!!! ❤

– Relato de Diane Karchner  –

Já estou casada por mais de 40 anos com o único homem que namorei. Então, por que eu saberia escrever sobre relacionamentos?

amigo2

Bem, porque tive um relacionamento real. Para sempre.

Como sei que as pessoas que estão lendo isto não estão casadas há 40 anos, eu decidi contar o que nos ajudou a manter esta relação até hoje. Até que a morte nos separe. Engraçado que eu pensei que quando escrevesse esse texto, teria uma lista de coisas “faça isso”, “não faça aquilo”, mas não foi o caso. Nada disso veio a minha mente. O que veio foi profundo, muito mais profundo, em apenas quatro aspectos.

Amizade primeiro, por último e sempre

Sei que muitos relacionamentos começam com atração física, com aquela faísca. Isso é comum e bom. Todos definitivamente precisam disso. Nossa faísca aconteceu quando já éramos amigos por um tempo, daí percebemos que realmeeeeente gostávamos um do outro. Mas antes disso, nós rimos, conversamos, vivemos como amigos. Nós gostávamos mesmo da companhia um do outro. Quando a faísca começar, você precisa se perguntar se vc preferiria estar com ele assistindo um filme numa noiva chuvosa do que estar em outro lugar. Do que estar com qualquer outro.

Amizade importa.

Muito. Porque a amizade é o combustível da faísca. Quando a vida ficar estressante ou a idade for chegando, é a amizade que mantém tudo mais leve.

Compartilhar valores que durem a vida inteira

Valores não são negociáveis.

Não se trata de política, esporte ou de que lado você vai escolher puxar o papel higiênico. Tudo isso pode ser importante e você deve saber sobre elas, mas isso pode mudar ao longo da vida. Amigos conhecem o que os seus amigos pensam. Seus valores são as coisas que você acredita e quer na sua vida mesmo que você tenha 90 anos. Isso sim precisa ser compartilhado.

Os não negociáveis para mim eram: minha fé em Deus, querer ter filhos e construir um relacionamento baseado em confiança. Você precisa decidir com seu namorado/noivo quais são os dele, se os seus combinam, se estão alinhados.

Conheço duas mulheres que não fizeram isso. As duas queriam filhos e isso era não-negociável a elas, mas casaram sem compartilhar seus valores. Uma tinha certeza que o marido ia mudar de ideia, enquanto a outra disse que teria filhos mesmo sem avisar ao marido. A primeira se divorciou, casou novamente e teve 4 filhos. A outra ainda é casada com o mesmo homem e tem três cachorros que trata como filhos.

Compartilhando as expectativas do que é o casamento

Casamento não é fácil. Não é namorar o tempo todo. Pode ser difícil. Requer que adultos conversem sobre suas expectativas. O que vocês esperam dessa união. Suas expectativas sobre casamento não precisam ser ditas aos seus pais, aos amigos, mas você deve se sentar com seu futuro cônjuge e conversar: O que esperamos quando formos casados?

Esperar a perfeição só vai decepcionar vocês. Tenham a expectativa que vocês terão que trabalhar nesse relacionamento juntos, diariamente. Trabalho esse que pode ser diferente do casamento dos seus amigos ou dos seus pais. Aceite isso antes de se casar, porque isso te salvará de sofrer por ilusão.

Sem compromisso, não há nada.

Se amem. Amor é mais do que uma lista do que fazer ou não fazer – seja educado, não pense em si mesmo, não seja orgulhoso, não fique com raiva durante muito tempo… Tudo isso descrito em 1 Coríntios 13. Antes de casar, decida viver esse verso:

Se não tiver amor, não tem nada. Não é nada.

Leia isso em voz alta. Quando os sentimentos forem embora, quando os sinos pararem de tocar, só restará o amor. Diário, crescente. Às vezes você precisará se esforçar para preservá-lo. Não importa o quão chateado ou frustrado está. Ame. Nós podemos passar por vales em nossos casamentos e haverá momentos em que falharemos ou eles falharão conosco. Neste dia, escolha se recomprometer, discutir sobre aquelas expectativas, revisitar aquela lembrança do porquê amamos o outro.

Quarenta anos é um bom tempo. Pessoas mudam, porque as estações da vida vão nos mudando lentamente. Mas esses quatro conselhos sempre nos seguirão, apesar de tudo.

Diariamente,

Diane Karchner

Por favor, peço que se esse texto te edificou, abençoou, ensinou de alguma forma, compartilhe com seus amigos e amigas. Assim teremos mais casamentos saudáveis.

Um beijo!

Dani

Fonte: http://www.believe.com/articles/4-Reasons-to-Marry-Your-Best-Friend/?utm_source=crowdignite.com&utm_medium=referral&utm_campaign=crowdignite.com#sthash.kR5WlmsA.dpuf
Anúncios

3 comentários sobre “4 razões para casar com seu melhor amigo

Gostou? Deixe um comentário pra mim! =)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s